Você quer produzir mais por menos?
By flipwash - 4 meses ago

Eis que você decidiu empreender. Todos os procedimentos foram seguidos: você pensou em um ótimo diferencial, adquiriu um excelente espaço para o funcionamento das operações do negócio, contratou os melhores colaboradores disponíveis no mercado e injetou uma generosa quantia nas ações de comunicação da sua mais nova empresa. No entanto, há algo errado – é como se todos os esforços não estivessem rendendo os frutos esperados. A área de vendas apresenta significativa dificuldade em atingir suas metas e o produto/serviço que você tanto se esforçou para criar parece não ter ganhado a aceitação do seu público-alvo. Afinal, o que aconteceu?

Bem, muitas empresas enfrentam problemas quanto ao índice de produtividade, fator que atrapalha (e muito) o sucesso tanto os empreendedores de primeira viagem quanto aqueles que apresentam mais experiência. O erro clássico está na ansiedade em dar início ao projeto sem levantar determinados questionamentos. Qualquer gestor que zele por seu negócio precisa averiguar constantemente como está o engajamento de seus funcionários, se o cansaço está abatendo os ânimos, se os processos estão sendo executados da maneira correta, se o foco é mantido a todo o instante e, caso não seja o cenário, o que pode ser feito para que tudo ande nos eixos.

Para que você possa identificar falhas operacionais em sua empresa e, consequentemente, tomar decisões estratégicas que visam otimizar seus resultados, foram listadas abaixo 5 dicas que tornarão a sua rotina de vendas mais produtiva. Acompanhe o que você pode ou não implementar à realidade do negócio e acompanhe a melhoria contínua que os pontos a seguir sugerem.

1. FIQUE A PAR DO FUNCIONAMENTO DE TODAS AS ÁREAS

Você, mais do que ninguém, deve ter plena consciência do andamento dos processos em cada uma das áreas que compõem a empresa, a fim de verificar eventuais falhas e posteriormente corrigi-las. Sim, você ocupa uma posição mais estratégica no negócio e não está sendo dito que você deve passar a exercer funções operacionais, mas sim dedicar parte do seu tempo para:
· Entender como as equipes estruturam seus cronogramas e estabelecem seus prazos;
· Acompanhar tarefas rotineiras para identificar eventuais melhorias;
· Identificar a função de cada um dos colaboradores para ter a certeza de que não está ocorrendo nenhum desperdício de capital humano;
· Mapear problemas de convivência para intervir com pesquisas de clima organizacional e, talvez, pensar em reestruturação.

2. REDUZA CUSTOS VINDOS DE PROCESSOS DEFASADOS

Há empresas que, por falta de acompanhamento processual, acabam caindo na rotina com atividades que, além de não gerarem valor significativo para o negócio, sugam os recursos financeiros sem nenhuma justificativa plausível. A solução mais imediata está na automatização dos processos, os quais inserem novas tecnologias, mais eficazes, mais rápidas e de custo reduzido. Aposte em uma solução provida por consultorias especializadas para, não muito tempo depois, sentir que o investimento valeu a pena. É muito fácil notar os benefícios da automatização de processos, ainda mais quando o assunto é vendas. Sistemas podem, por exemplo, alertar o funcionário sobre clientes cujo estoque do produto está baixo – isso permite uma intervenção proativa, na qual a própria empresa entra em contato com seu consumidor para realizar uma oferta imperdível. Se um colaborador precisasse consultar a base para identificar a existência de casos assim, haveria perda massiva de tempo e de dinheiro.

3. ORGANIZE-SE PARA SER UM BOM LÍDER

Uma empresa é composta por inúmeros processos, ainda mais quando se aplica uma microanálise. Esse é o grande desafio do gestor contemporâneo, o qual se enxerga na posição de liderança e com muitas pendências para dar sua atenção. Para não se perder nessa jornada, é importante escolher um método de organização efetivo, assim nenhuma pendência passa despercebida na identificação de falhas que atrapalham a rotina de vendas. Aqui é válido contar com o que funciona melhor para você, contudo o método conhecido como “checklist” funciona bem para todos os perfis de líderes. Trata-se da forma mais direta de elencar as pendências de acordo com a urgência, eliminar as chances de esquecimento e visualizar quantas questões ainda não possuem solução.

4. PRIORIZE PROCESSOS QUE TOMAM MUITO TEMPO DOS COLABORADORES

Com certeza existe mais de um ajuste a ser feito nos processos que não permitem a evolução das venda na sua empresa, mas a sugestão é que sejam priorizados aqueles que consomem mais o tempo dos funcionários que poderiam estar dedicando esforços às prioridades. Igualmente, busque verificar se existem muitas pessoas focadas na execução de uma mesma tarefa – muitas vezes colegas de equipe fazem a mesma coisa, sem ao menos saber disso. Retrabalho é sinônimo de desperdício.

5. INCENTIVE O COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO

Com certeza há pessoas dentro da sua empresa que têm muito o que agregar aos processos internos. Ao invés de promover uma imagem autoritária, mostre-se aberto para receber sugestões de quem atua na linha de frente dos negócios. Essa é uma atitude extremamente sábia, visto que são essas pessoas que lidam diariamente com os problemas associados à empresa.

flipwash